O EXAME DE SUFICIÊNCIA EM CONTABILIDADE: UMA AVALIAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DOS PESQUISADORES

Autores

  • Claudio de Souza Miranda Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto - USP
  • Adriana Maria Procópio de Araújo Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto - USP
  • Raissa Alvares de Matos Miranda Universidade Paulista - UNIP (Ribeirão Preto)

Resumo

Com o crescimento do ensino superior no Brasil, observa-se que o seu processo de avaliação foi ampliado com ações públicas como o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), e de órgãos de classe profissional. O objetivo da pesquisa foi identificar a percepção de docentes e profissionais sobre o exame de suficiência para a profissão contábil, bem como avaliar seu atual modelo. O estudo foi descritivo e a coleta de dados foi desenvolvida por meio de uma websurvey com 1.185 autores de artigos apresentados em congressos e periódicos da área contábil. A amostra foi composta de 41,5% de pesquisadores que atuam como docentes, 29,1% atuam apenas como profissionais de mercado e 29,4% atuam nas duas áreas. Como resultado, a pesquisa apontou uma taxa de concordância de 90% com a exigência da prova, porém 57,7% entendem que a prova deveria ter revalidações periódicas, e 84,6% entendem que além do exame os profissionais deveriam comprovar atualização continuada. Com relação ao modelo que a prova é aplicada, 53% dos entrevistados concordam que é adequado. De maneira geral as questões aplicadas no exame foram consideradas medianas, mas cerca de 70% dos docentes costumam utilizá-las em maior ou menor grau em suas atividades didáticas. Os docentes entendem que bons resultados nestes exames têm importâncias para a imagem das Instituições de Ensino Superior.Palavras-chave: exame de suficiência; educação superior; ciências contábeis.

Biografia do Autor

Claudio de Souza Miranda, Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto - USP

Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade de São Paulo (1998) e mestrado em Engenharia (Engenharia de Produção) pela EESC-USP (2002) e Doutor em Ciências Contábeis pela FEA/USP (2011). Professor do Departamento de Contabilidade da FEARP/USP. Tem experiência docência nas áreas de Administração (Bacharelado, Cursos Sequenciais e Tecnológicos) e na área de Ciências Contábeis e Controladoria. As pequisas desenvolvidas focam principalmente os seguintes temas: contabilidade gerencial, sistemas de informação e educação nas áreas de Administração e Contabilidade.

Adriana Maria Procópio de Araújo, Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto - USP

Professora Titular do Departamento de Contabilidade da FEARP-USP

Downloads

Publicado

2017-07-12

Edição

Seção

ARTIGOS