COMPORTAMENTO DECISÓRIO DOS CONTADORES SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA DO PROSPECTO

Autores

  • Ivone Vieira Pereira Universidade de Brasília
  • Cesar Augusto Tibúrcio Silva Universidade de Brasília
  • Ednilto Pereira Tavares Junior Universidade de Brasília

Resumo

Esta pesquisa analisa elementos fundamentais de finanças comportamentais e, utiliza a Teoria do Prospecto, desenvolvida por Tversky e Kahneman (1979) para identificar se os contadores apresentam o efeito certeza, reflexão e isolamento. Para este estudo de natureza descritiva, aplicou-se um questionário constituído de 15 perguntas fechadas, onde os participantes deveriam tomar uma decisão acerca dos prospectos apresentados. O instrumento de coleta de dados foi enviado para 310 profissionais da área de contabilidade, administração e economia. Houve retorno de 145 respondentes, sendo que 65% dos respondentes eram contadores. Através da estatística descritiva e do teste Qui-quadrado, de aderência e independência, o estudo revelou que o gênero e a formação influenciam na frequência dos prospectos, onde em determinadas situações, as mulheres e os contadores mostram-se mais avessos ao risco, além de denotar que a amostra brasileira indica a existência dos vieses certeza, reflexão e isolamento encontrados pela amostra original de Kahneman e Tversky, o que fortalece as inferências de que os aspectos comportamentais podem influenciar as escolhas dos indivíduos.Palavras-chave: Certeza. Reflexão. Isolamento.

Biografia do Autor

Ivone Vieira Pereira, Universidade de Brasília

Possui Graduação em Ciencias Contábeis pela Fundação do Ensino Superior de Rio Verde (1997), Pós-Graduação em Contabilidade e Controladoria pela Fundação do Ensino Superior de Rio Verde (2002) e Mestrado em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (2006).Professora Adjunto e Diretora da Faculdade de Ciências Contábeis da Universidade de Rio Verde. Tem experiência na área de Ciências Contábeis, com ênfase em Controladoria, Contabilidade Societária, Contabilidade Fiscal e Tributária e Auditoria. Doutoranda em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília.

Cesar Augusto Tibúrcio Silva, Universidade de Brasília

Possui graduação em Administração pela Universidade de Brasília (1983) e em contabilidade pela Unieuro (2006). É mestre em Administração pela Universidade de Brasília (1988) e doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é professor titular da Universidade de Brasília, atuando no mestrado e doutorado de Contabilidade. Foi diretor da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação (FACE) da UnB. Foi decano de Planejamento e Orçamento da Universidade de Brasília entre 2014 e 2016. Possui livros, artigos e trabalhos em congressos nos seguintes temas: mensuração contábil, finanças de empresas, demonstrações contábeis, avaliação de empresas e custos no setor público

Ednilto Pereira Tavares Junior, Universidade de Brasília

Possui graduação em Ciências Contábeis e especialização em Análise e Auditoria das Demonstrações Contábeis pela Universidade Estadual de Goiás (2008 e 2010). Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (2012). Doutorado, em andamento, em Ciências Contábeis, pela Universidade de Brasília. Tem experiência na área acadêmica ministrando as disciplinas de Controladoria, Custos, Auditoria e Introdução a Contabilidade.

Downloads

Publicado

2017-07-12

Edição

Seção

ARTIGOS